Projetos do curso

Conheça: https://sites.google.com/site/portaldafabrica/

Como objetivo o amadurecimento profissional dos alunos antes que eles cheguem ao mercado de trabalho. Seus valores estão sustentados nos pilares de excelência, inovação, responsabilidade, comprometimento e cooperação.

A missão da Fábrica de Software da UVV é aplicar os conhecimentos acadêmicos de gerência, qualidade e engenharia de software em projetos reais gerando produtos de alta qualidade se valendo de valores como: ética, moral, responsabilidade social e ambiental e comprometimento com qualidade e com os clientes.

Os alunos atuantes na fábrica utilizam os conhecimentos adquiridos em sala de aula em projetos reais, sempre supervisionados por professores e profissionais da área. Esta experiência torna os alunos mais preparados, seguros e experientes mesmo antes do seu primeiro emprego, aumentando assim, sua empregabilidade.

Na Fábrica de Software os alunos podem atuar com estagiários cumprindo a disciplina de estágio curricular obrigatório. Além disso, podem desenvolver seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) vinculando-se a um projeto. Por fim, podem estar inseridos como alunos de iniciação científica dentro de projetos de pesquisa desenvolvidos pela Fábrica de Software.

Os alunos participantes da Fábrica de Software têm contato com as mais atuais ferramentas, tecnologias e metodologias de desenvolvimento, por exemplo: SQL Server, MySQL, Java SE, Java ME, Java EE, NetBeans, .Net, C#, Visual Studio, Astah, Rationa Rose, Mantis Bug Tracking, PHP, Ajax, UML, SCRUM, Extreme Program, dentre outras.

O Grupo Guará foi fundado em outubro de 2002 sobre a orientação do professor Rudson R. Alves e a  participação de alguns alunos da primeira turma da Ciências da Computação, com o objetivo de servir como  ponto de encontro para a disseminação de conhecimentos em Software Livre, em especial em sistemas  operacionais GNU/Linux.

Dentre as realizações do Grupo podemos citar: a instalação e manutenção do Laboratório 06 com dual-boot  Linux/Windows; criação do evento ENCASOFT; apresentação de diversos mini-cursos e treinamentos; instalação  de distribuições GNU/Linux em máquinas de interessados; apoio aos novos usuários com orientações e auxílio  na resolução de problemas; entre outras atividades.

Atualmente o Grupo está se reestruturando, com algumas propostas como:

Nos últimos anos a revolução tecnológica pelo qual o mundo passou, alavancou o desenvolvimento da informática, tornando cada vez mais essencial que se tenha conhecimentos básicos desta área para se inserir no mercado de trabalho.

Apesar dos equipamentos serem hoje muito mais acessíveis do que eram a vinte anos atrás, a exclusão digital atinge ainda milhões de brasileiros de baixa renda.

Fica evidente que numa sociedade globalizada o mercado de trabalho exige cada vez mais conhecimento e atualização tecnológica. Em praticamente todos os escritórios a antiga máquina de escrever foi substituída por um computador, deste modo aquele que está relegado a exclusão digital pode estar também sendo paulatinamente excluído do mercado de trabalho.

Percebe-se, dessa forma, que com a inserção das novas tecnologias e a velocidade com que as informações circulam todos aqueles que não se atualizarem estão de alguma forma se excluindo ou limitando seu escopo de atuação.

Neste sentido, o curso de Ciência da Computação busca ofertar através de seu programa de Inclusão Digital, alternativas para a comunidade visando o aprendizado de aplicativos computacionais e a diminuição do abismo tecnológico entre o que acontece na vida acadêmica e a comunidade, aumentando assim a empregabilidade desta.