Pós-Doutorandos

Andamento:

• Pós-Doutorando: Dr. Fabrício Cardoso de Mello. Bolsista: PNPD-CAPES. Estágio: Em andamento > início: 20/11/2017. Linha de Pesquisa: Políticas públicas e questões contemporâneas. Supervisora: Profa. Dra. Teresa Cristina da Silva Rosa.

Projeto de Pesquisa: Risco, Desastre e Disputa: Problemas Públicos em torno de Eventos Pluviais Extremos no Brasil. Resumo: Esse projeto propõe uma pesquisa sobre os problemas públicos erigidos em torno dos deslizamentos de terra no Brasil. Devido às suas consequências sociais e políticas, as disputas e debates que são construídos sobre este tipo de desastre formam, muitas vezes, fóruns híbridos em que argumentos técnicos, morais e expressivos são lançados pelos atores que os compõem. O objetivo geral da pesquisa é então acompanhar as dinâmicas desse tipo de fórum, de maneira a analisar as transformações nos jogos de atores e de argumentos que constitui a arena pública em torno dos deslizamentos de terra. Esse enfoque geral nos conduzirá por discussões por ele abarcadas que dizem respeito à institucionalização e normatização das políticas ambientais e de administração de risco no Brasil, à relação entre desigualdade, moradia e risco ambiental e também à questão da mobilização política das vítimas de desastres ambientais. A base teórico-metodológica da pesquisa é formada pela literatura sobre controvérsias e problemas públicos, com destaque às abordagens provenientes da sociologia pragmática, mas em diálogo com outras referências conceituais da teoria social e do pensamento ambiental num recorte da sociologia dos desastres. Em consonância com essas orientações, a pesquisa segue um procedimento diacrônico de análise, tomando como base um período histórico específico, iniciado no verão entre 2009/2010 e finalizado no verão entre 2016/2017. Para tal, se valerá de uma análise discursiva a partir de diferentes fontes de materiais textuais com auxílio de ferramenta informacional de pesquisa.

----------

• Pós-Doutoranda: Dra. Nilda da Silva Pereira. Bolsista: FAPES-CAPES. Estágio: Em andamento > início: 01/08/2015. Linha de Pesquisa: Políticas públicas e questões contemporâneas. Supervisor: Prof. Dr. Paulo Edgar da Rocha Resende.

Projeto de Pesquisa: As políticas públicas específicas para as populações negras e indígenas no Brasil (2003-2014). Resumo: O objetivo do projeto de pesquisa é investigar quais foram as políticas públicas específicas voltadas para as populações negras e indígenas implementadas pelo Estado brasileiro, no período de 2003 a 2014, e desenvolver análise política e sociológica dessas políticas afirmativas. Identificaremos as políticas públicas específicas implementadas neste período, bem como em quais áreas as comunidades tradicionais receberam maior atenção. Além disso, discutiremos sobre as estratégias usadas para a implementação das políticas afirmativas. Respaldados pela pesquisa qualitativa, faremos pesquisa bibliográfica em torno das políticas públicas e políticas específicas para a população negra e indígena. Será desenvolvida também uma pesquisa documental das produções da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) e das ações nas variadas pastas governamentais relacionados ao desenvolvimento das políticas específicas para a população negra e indígena.

----------

• Pós-Doutorando: Dr. Orlando Lyra de Carvalho Júnior. Bolsista: FAPES-CAPES. Estágio: Em andamento > início: 01/01/2015. Linha de Pesquisa: Estado e Sociedade. Supervisor: Prof. Dr. Vitor Amorim de Angelo.

Projeto de Pesquisa: A representação descritiva e substantiva de mulheres, afrodescendentes e grupos sociais minoritários na Câmara dos Deputados e Assembleias Legislativas. Resumo: A pesquisa pretende mapear e explicar as variações na produção legislativa de representantes de grupos minoritários, mulheres e afrodescendentes no que se refere às questões relevantes para constituintes minoritários. A metodologia adotada (quase-experimental) permitirá comparar as proposições dos deputados e deputadas frodescendentes e minoritários com uma amostra correspondente de legisladores não-minoritários. Entrevistas em profundidade serão realizadas por amostragem randomizada na Câmara dos Deputados e nas Assembleias Legislativas dos Estados do Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia, atendendo ao critério da diversidade étnica e racial de suas populações. A pesquisa fornecerá uma avaliação precisa da responsividade de representantes minoritários para com as demandas e preocupações de eleitores de grupos sociais minoritários, mulheres e afrodescendentes.

Finalizado:

• Pós-Doutorando: Dr. Acácio Augusto Sebastião Júnior. Bolsista: PNPD-CAPES. Estágio: Finalizado > início: 01/11/2014 - término: 31/07/2017. Linha de Pesquisa: Políticas públicas e questões contemporâneas. Supervisora: Profa. Dra. Teresa Cristina da Silva Rosa.

Projeto de Pesquisa: Política e ecologia: lutas ecológicas e a política radical no século XXI. Resumo: A ecologia é um tema que atravessa as formas contemporâneas de contestação política, não apenas figurando como uma das preocupações centrais dos movimentos, mas também se apresentando como temática de mobilizações globais. É a partir desse contexto que se propõe mapear a produção discursiva sobre a ecologia em meio às atuais lutas de contestação da ordem que derivaram do que ficou conhecido como movimento antiglobalização. Objetiva-se delinear, em meio à multiplicidade de grupos, associações, ONGs e ativistas, aqueles que se voltam diretamente ao discurso ecológico e que atuam através de práticas que pretendem uma contestação radical da ordem. O campo de análise a ser utilizado se dará entre a constituição do dispositivo meio ambiente e as lutas ecológicas a partir da emergência do movimento antiglobalização, e, em seu interior, buscar-se-á mapear o que escapa a estas conformações nas ações e associações vinculadas à política radical e aos novíssimos movimentos sociais.