Egresso UVV conquista prêmio de startup mais inovadora do mundo, com "Jade Autism"

15, dezembro de 2020

Formado em Ciência da Computação pela Universidade Vila Velha em 2019, Ronaldo Lima Cohin Ribeiro, CEO da Jade, criador do aplicativo Jade Autism, recebeu o prêmio de startup mais inovadora do mundo. Ele participou do Supernova Challenge, durante a maior feira de negócios e inovação do mundo, a Gitex Future Stars 2020, em Dubai.

O evento aconteceu entre 6 e 9 de dezembro e contou com a participação de empresas de mais de 40 países. A Apex Brasil selecionou dez empresas nacionais para participar do evento, e apenas a de Ronaldo foi escolhida no Espírito Santo. De 120 empresas, para a competição final restaram apenas 12, e somente a Jade representando o Brasil.

Ronaldo criou o aplicativo como Trabalho de Conclusão de Curso, inspirado em seu filho Lucas, diagnosticado com autismo aos 2 anos de idade. Cohin conta que, em 2017, foi o Prof. Felipe Pedroso quem o instigou a fazer um projeto voltado para o autismo, quando iniciou as pesquisas para seu TCC. “A UVV foi de extrema importância para o embasamento do projeto, que teve um ano de pesquisa intensa antes da prática”, disse.

 

InovaBusiness como ponto de partida empreendedor

O app faz parte de uma série de outros jogos desenvolvidos para auxiliar no tratamento de deficiências cognitivas. A partir desta criação, surgiu a empresa homônima. O CEO da Jade comenta que logo após ter o TCC aprovado, o aplicativo ganhou seu primeiro prêmio, como aplicativo do ano feito por um universitário, na USP em 2018.

No mesmo ano, o Jade Autism foi o primeiro colocado na feira de inovação da UVV, InovaWeek, na versão para negócios, InovaBusiness. “A partir desta vitória e do investimento recebido, foi que decidi empreender e criar a Jade”, lembra Ronaldo.

O vice-reitor da Universidade, Prof. Rafael Galvêas, reforça a importância do empreendedorismo e da inovação nos cursos da instituição, como sendo uma necessidade social. “Um dos focos da UVV é o TCC Startup, onde o aluno é incentivado a empreender. É muito gratificante saber que nosso egresso ganhou a Copa do Mundo das startups!”, disse.

A Jade possui planos para expansão no Oriente Médio e já tem uma empresa aberta no local, e também nos Estados Unidos. Para conhecer mais sobre a empresa, clique aqui.

 

Crédito das fotos: Embaixada Brasileira nos Emirados Árabes.

 

Texto de Natielen Tegner.