Dia nacional da liberdade de imprensa

7, junho de 2018

No dia 07 de junho, o Brasil comemora o dia nacional da liberdade de imprensa. A data, que recorda os momentos de repressão midiática vividos no período da Ditadura Militar Brasileira, tem o objetivo de esclarecer e perpetuar a importância social e política da garantia de liberdade por parte da imprensa.

Para Rafael Simões, historiador, membro da Transparência capixaba e professor da Universidade Vila Velha, “a liberdade de imprensa é fundamental para a democracia. Um aspecto central da democracia é o cidadão ter fontes diversificadas de informação. Não é possível nem aceitável que um governo ou empresas, controlem a informação que o cidadão tem acesso. Portanto, a democracia será melhor a partir da quantidade de informações diversificadas que nós, enquanto cidadãos, pudermos ter. Isso permite o confronto de ideias e um debate mais qualificado sobre qualquer tipo de temática pertinente à vida em sociedade”.

No Brasil, várias datas fazem alusão ao trabalho da imprensa, algumas mais especificamente sobre o profissional jornalista. Mas esta, comemorada no dia 07 de junho, traz uma conotação mais abrangente sobre sua significância. Como esclarece o Jornalista e professor da UVV, Carlos Tourinho, “o dia da liberdade de imprensa é uma data classista. Não é uma data do jornalista, é uma data da sociedade. Muitas vezes, a gente pensa na data como o dia em que se cobra o direito de o jornalista ter liberdade de fazer o seu trabalho. Mas é um sentido muito mais amplo que isso. A liberdade de imprensa é um dos alicerces da democracia, que tem que se relacionar com o interesse público e o direito à privacidade”.

Seja no modo como as matérias são construídas ou na forma como são passadas ao cidadão, a imprensa deve ter liberdade constante para promover uma sociedade mais esclarecida e preparada para o exercício político e social.

Parabéns, imprensa! Parabéns, cidadão! Que este seja mais um dos dias em que a liberdade vence o ódio, a injustiça e a repressão.