Arquitetura e Cidade

O Programa de Pós graduação em ARQUITETURA E CIDADE pretende colaborar para a formação de profissionais e pesquisadores dotados de visão sistêmica sobre os problemas contemporâneos relativos ao projeto, à gestão e ao desempenho da arquitetura e do urbanismo. O objetivo do mestrado é a formação de profissionais que assumam um papel fundamental na construção de cenários sustentáveis e que relacione a produção do ambiente construído com os aspectos sociais, culturais, tecnológicos, econômicos e ambientais de nossas cidades, contribuindo assim para o bem-estar humano.

Projeto, Gestão e Desempenho da Arquitetura e do Urbanismo

O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Arquitetura e Cidade da Universidade Vila Velha visa a reflexão do processo de projeto na formação multidisciplinar do arquiteto e urbanista e de profissionais de áreas afins, enfatizando uma abordagem ampla e simbiótica entre a Arquitetura e a Cidade. Os estudos propostos pelo programa fomentam a reflexão crítica sobre a formação e a produção do ambiente construído através: dos fenômenos relacionados ao processo e a prática projetual da arquitetura e do urbanismo; o planejamento, a gestão e a avaliação do desempenho do edifício e do território, em suas diversas vertentes (espacial, social ambiental, cultural, político, econômico e comportamental). O objetivo do curso é fornecer, por meio da teoria aliada à prática em ateliês integrados, os fundamentos para a concepção projetual adequada à complexidade dos espaços contemporâneos.

Gestão e Desempenho do Projeto de Arquitetura e Urbanismo

Estudo e reflexão sobre os conhecimentos relacionados à formação, produção e gestão do ambiente construído contemporâneo consolidado a partir de projetos de Arquitetura e Urbanismo. Análise e avaliação dos aspectos relacionados aos condicionantes e ao desempenho ambiental, cultural, tecnológico, comportamental, legal e social do ambiente construído. Gestão e avaliação do fenômeno arquitetônico e urbano, no que se refere às políticas públicas, planos, programas e projetos, sua eficácia, e seus resultados nas diferentes escalas espaciais.

Teoria e Prática do Projeto de Arquitetura e Urbanismo

Estudo e reflexão dos conhecimentos relacionados à teoria e prática do projeto de Arquitetura e Urbanismo, com foco nas questões contemporâneas que permeiam a concepção projetual do edifício e da cidade a partir dos desafios que se apresentam na atualidade e complexificam os sistemas arquitetônicos e urbanos. Estudo de métodos, processos e sistemas de representação dos projetos de arquitetura, urbanismo e paisagismo. Investigação sobre processo de projeto, visando a compreensão das relações estabelecidas entre o projeto e a qualidade do ambiente construído contemporâneo.


A proposta pedagógica objetiva proporcionar aos profissionais um olhar crítico sobre a cidade reconhecendo-a como um sistema, cujo desempenho depende das relações que se estabelecem entre suas diversas partes. O intuito é possibilitar a construção coletiva de métodos e instrumentos que permitam trabalhar com a complexidade dos problemas arquitetônico-urbanos contemporâneos, pautados na contextualização, nos processos de retroação, na colaboração multidisciplinar e na auto-organização. Esta escolha foi definida pela constatação de que hoje, no âmbito dos cursos de pós-graduação na área de Arquitetura e Urbanismo no Brasil, poucos são aqueles que enfatizam a abordagem na pesquisa em Projeto, uma carência que se reflete no campo da investigação e da formatação metodológica. O documento de área da CAPES, ao analisar este cenário, considera o fato de que o exercício do projeto “é atividade onde predominam problemas denominados cientificamente como mal definidos, requerendo abordagens distintas em relação às demais ciências humanas, sociais e exatas com as quais dialoga”.

Arquitetura, Cidade e Patrimônio Cultural

Líder CNPQ: Melissa Ramos da Silva Oliveira

Ano de Formação: 2018

Esse grupo se destina a refletir sobre o lugar do patrimônio cultural na contemporaneidade a partir da análise crítica das diversas narrativas presentes nas práticas de preservação. Engloba abordagens transdisciplinares que envolvem colaboração entre arquitetura, urbanismo, artes, história, antropologia, geografia, sociologia, neurociência, dentre outros, que se preocupam com a preservação bens culturais nacionais e internacionais no âmbito de questões normativas, históricas, técnicas, científicas e educacionais.

Linhas de Pesquisa:

  • Patrimônio e inventário: Essa linha trabalha com os instrumentos de identificação, reconhecimento e proteção utilizados em inventários arquitetônicos ou urbanos, com o intuito de documentar e produzir conhecimento sobre os bens estudados.
  • Educação patrimonial: Essa linha objetiva construir um diálogo entre patrimônio e processos ativos de ensino-aprendizagem, de modo a contribuir para a conscientização, apropriação, valorização e preservação dos bens culturais materiais e imateriais.
  • Patrimônio e neurociência: Essa linha visa fomentar a reflexão entre patrimônio cultural e neurociência, a partir de processos cognitivos que influenciam na representação do espaço e sua apropriação, construção do lugar da memória e da identidade.

 

Arquitetura e Estudos Ambientais – ARQAMB

Líder CNPQ: Érica Coelho Pagel

Ano de Formação: 2018

O grupo tem a missão de investigar e fomentar a discussão da relação entre a arquitetura e o meio ambiente, avaliando o desempenho, a qualidade e a salubridade dos espaços construídos bem como a produção do edifício e de áreas urbanas sustentáveis.

Linhas de Pesquisa:

  • Gestão e Desempenho da Qualidade Ambiental Construída: Esta linha de pesquisa visa desenvolver o estudo dos aspectos relacionados a gestão e avaliação da qualidade ambiental de edificações e áreas urbanas levando em conta critérios e indicadores de desempenho que representem as necessidades dos usuários e auxiliam na tomada de decisões do processo de projeto. Análise e avaliação dos aspectos relacionados as variáveis espaciais, funcionais e de conforto ambiental: térmico, lumínico, acústico, ergonômico e qualidade do ar. Avaliação Pós-ocupação do ambiente construído. Experimentos de campo e medições. Simulações computacionais.
  • Sustentabilidade na arquitetura e urbanismo: Esta linha de pesquisa objetiva o envolvimento teórico-prático da arquitetura e urbanismo com a gestão sustentável da edificação nas diferentes fases do seu ciclo de vida: planejamento, programa, projeto, construção, uso e readaptação. A relação sistêmica de inserção do edifício com o habitat natural, o uso de materiais construtivos de baixo impacto ambiental, não poluentes e de menor risco a saúde humana. A proposta de políticas públicas e tecnologias para o desenvolvimento sustentável, bem como a promoção da educação ambiental através de estudos multi e interdisciplinares envolvendo a academia e a sociedade.

 

Cidades e Políticas Urbanas

Líder CNPQ: Giovanilton André Carretta Ferreira

https://gpcipurb.wixsite.com/grupodepesquisa

Ano de formação: 2016

O grupo busca refletir sobre a produção da cidade e da metrópole contemporânea e as suas políticas públicas com ênfase nos planos, programas e projetos de ordenamento territorial, as novas tecnologias aplicadas ao planejamento e a gestão da cidade e a participação da sociedade civil

Linhas de Pesquisa:

  • História e a produção da cidade contemporânea: Esta linha de pesquisa busca refletir sobre a formação, evolução das cidades/metrópoles e a sua relação com as políticas urbanas, as teorias e o pensamento crítico sobre a produção da cidade contemporâneo e a sua influência sobre as políticas urbanas
  • Políticas urbanas e a gestão das cidades e metrópoles: Esta linha de pesquisa busca monitorar e avaliar as políticas urbanas e metropolitanas, com foco nos planos, programas e projetos de ordenamento territorial, a mobilidade urbana sustentável, os planos diretores municipais e metropolitanos, planos setoriais da política urbana, novas tecnologias aplicadas a gestão da cidade e a participação popular na gestão da cidade/metrópole.

 

Dignidade Urbana

Líder CNPQ: Profa. Ana Paula Rabello Lyra

Ano de formação: 2017

O grupo investiga e fomenta a reflexão sobre os efeitos e impactos da morfologia da cidade contemporânea na constituição de cidades dignas, contemplando suas transformações nas relações sócio espaciais e no comportamento e atitudes das pessoas.

Linhas de Pesquisa:

  • (In)Dignidade Urbana na Cidade Contemporânea: Esta linha visa estudar as origens e impactos das diferenças sociais na constituição de espaços segregados, fragmentados, inseguros e vazios, que comprometem o direito de se viver com dignidade nas cidades.
  • Dignidade Urbana e o lugar democrático: Esta linha investiga conceitos e descrições que caracterizam a constituição de cidades dignas, bem como eventuais práticas e exemplos de intervenções urbanas e projetos representativos para constituição desta cidade digna. O foco está nas experiências práticas de lugares urbanos em que a dignidade enquanto ambiente democrático está materializada.

 

Paisagem Urbana e Inclusão

Líder CNPQ: Profa. Larissa Letícia Andara Ramos

https://paisageminclusao.wixsite.com/grupopesquisa

Ano de formação: 2016

Grupo destinado a investigar e fomentar a discussão e reflexão sobre os problemas funcionais e formais presentes nos espaços livres de uso público bem como as práticas e processos inerentes a concepção dos Projetos de Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo e seus eventuais impactos na transformação da Paisagem Urbana contemporânea.

Linhas de Pesquisa:

  • Espaços livres de uso público: Esta linha investiga os fatores sociais, físicos, psicológicos, ambientais e culturais que permeiam os problemas funcionais e formais presentes no planejamento de espaços livres de uso público inclusivos das cidades contemporâneas.
  • Representação e Processo na concepção do Projeto: Esta linha investiga práticas e processos de representação na concepção dos Projetos de Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo. O foco está na fase inicial, de concepção e conceituação do Projeto, suas implicações na didática e nos resultados que se materializam e transforam a morfologia das cidades contemporâneas.

 

SCP – Sistemas Contemporâneos de Projeto

Líder CNPQ: Cynthia Marconsini Loureiro Santos

https://gruposcp.wixsite.com/gruposcp​

Ano de formação: 2017

O grupo de pesquisa SCP está interessado na investigação dos métodos e processos projetuais contemporâneos na arquitetura e urbanismo, bem como o comportamento do sistema arquitetônico-urbano. Diante da crescente complexificação dos problemas projetuais contemporâneos e das inovações ocorridas nos sistemas de informação e nas tecnologias digitais, faz-se necessário estabelecer abordagens sistêmicas sobre os diversos campos disciplinares envolvidos na concepção projetual.

  • Métodos e processos contemporâneos de projeto: Investigação dos métodos e processos projetuais contemporâneos na arquitetura e urbanismo fundamentados em abordagens sistêmicas que perpassam diversos campos disciplinares. Essa linha de pesquisa compreende o processo de projeto como sistemas complexos que se caracterizam como auto-organizados, dinâmicos, retroalimentados e interativos. Interessa-se pela compreensão dos sistemas de projeto e pela investigação dos meios digitais como ferramentas para o tratamento de complexidades.
  • Comportamento do sistema arquitetônico-urbano: Investigação do comportamento do sistema arquitetônico-urbano a partir de um escopo ampliado e transdisciplinar. Esta linha de pesquisa compreende o sistema arquitetônico-urbano (espaço, edifício e cidade) como sistemas complexos que acomodam as relações humanas, cujo caráter é estabelecido por rede de relações internas e pela acomodação e adaptação do sistema em determinados contextos

 

  • Estrutura Curricular
    • O Curso apresenta uma estrutura curricular flexível com créditos distribuídos em 9 (nove) disciplinas além das atividades programadas:Para obtenção do título de mestre o aluno deverá cumprir 36 (trinta e seis) créditos, sendo 12 (doze) créditos referentes às disciplinas obrigatórias (Metodologia, Seminário e 1 laboratório), 12 (doze) créditos referentes as disciplinas optativas, 8 (oito) créditos referentes ao trabalho de conclusão e 4 (quatro) créditos para as Atividades Programadas.O Estágio de Docência será obrigatório para bolsistas e optativo para os demais alunos que poderão substituir uma das optativas de 6 créditos pela de Estágio Docência que possui 6 (seis) créditos. Cada crédito obtido no Ateliê Integrado, no Seminário de Pesquisa e no Estágio docência equivale a 15 horas aula.A carga horária total a ser cursada pelo aluno em disciplinas obrigatórias e optativas é de 360 horas.A progressão do curso sugerida pelo Programa distribui-se da seguinte forma:1º Semestre: 2 Obrigatórias (Metodologia e Laboratório Teoria e Método) + Orientação = 09 créditos2º Semestre: 1 Obrigatória + 1 Laboratório + Orientação = 09 créditos3º Semestre: Estágio docência ou 01 Laboratório + Orientação = 06 créditos4º Semestre: OrientaçãoOs mestrandos deverão participar desde o primeiro ano do curso das atividades programadas, possibilitando assim a participação efetiva dos mesmos, em publicações, participação em eventos, apresentação de palestras e outras programações similares organizadas pelo curso.

Duração: 24 meses
Regime: Semestral
Local: Vila Velha
Telefone: (27) 3421-2137
Email: ana.lyra@uvv.br
Parcelas: 25 parcelas de R$ 1.765,00

Matriz curricular

  • Laboratório de Projeto de Arquitetura e Urbanismo: Teoria e Método

    90h

  • Metodologia da Pesquisa

    45h

  • Seminários de Pesquisa

    45h

  • Laboratório de Habitação Contemporânea

    90h

  • Laboratório Planejamento e Gestão do Território

    90h

  • Laboratório Projeto Baseado no Desempenho

    90h

  • Laboratório Projeto De Espaços Livres De Uso Público

    90h

  • Laboratório Projeto e Intervenção na Cidade Contemporânea

    90h

COORDENADOR(A)

Ana Paula Rabello Lyra

Doutora em Cidade, Segurança e Saúde pela Universidade Católica de Milão (2007), Mestre em Cidade, Segurança e Saúde pela Politécnica de Milão (2003), Especialista em Paisagismo pela Universidade Estatal de Milão (2006) e Graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Espírito Santo (1995). Professora e Coordenadora do Mestrado em Arquitetura e Cidade e professora do Curso de Graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Vila Velha (UVV). Coordenou a Comissão de Ensino e Formação Profissional do Conselho de Arquitetura e Urbanismo onde atuou como Conselheira de 2012 a 2016 (CAU/ES). Diretora da Associação Brasileira de Ensino de Arquitetura e Urbanismo de 2011 a 2017 (ABEA). Foi Diretora do Grupo Dinamismo Urbano e Habitação da ONG Movimento Vida Nova Vila Velha de 1998 a 2002. Coordenou a edição da Revista Imagem Urbana, de 1998 a 2002. Membro do Grupo de Pesquisa Paisagem Urbana e Inclusão e líder do Grupo de Pesquisa Dignidade Urbana, atuando principalmente nos seguintes temas: Planejamento e Projeto de Espaços Livres de Uso Público, Aspectos Físico-Ambientais e Sociais do Planejamento Urbano e Regional, Vitalidade Urbana e ensino de Arquitetura e Urbanismo.​

 

Você tem interesse em conhecer a UVV?

Os campus da UVV-ES possuem infraestrutura de padrões internacionais, com complexos laboratoriais de alta tecnologia e diversos serviços pensados para tornar a experiência do aluno inesquecível. Você pode conhecer melhor a UVV-ES fazendo um tour virtual, ou agendando uma visita. Seja bem-vindo a #FamíliaUVV.