Ex-aluna da UVV compõe time do Profissão Repórter

20, março de 2018

A minha egressa de Jornalismo, Sara Pavani, marca presença no Profissão Repórter, trabalhando ao lado de Caco Barcellos. Dá para acreditar?

Ela veio do interior do estado para ingressar na universidade e a paixão pelo audiovisual já existia desde a época de adolescente, onde consumia programas musicais juvenis. O jornalismo foi a principal ponte que mostrou a possibilidade de conectar os seus gostos à sua profissão.

Durante a trajetória no meu campus, o seu desejo sempre foi ir além dos ensinamentos em sala de aula. “Eu era crua de tudo, nunca tinha pego numa câmera e a universidade me deu essa oportunidade de aprender, de me fazer útil para o mundo” comenta Sara, que começou sendo voluntária no laboratório experimental do curso de Jornalismo, foi repórter, produtora e participou do projeto Geração Futura. “As coisas foram construindo à medida que eu fui descobrindo o mundo através da universidade ”, acrescenta.

O tempo durante a universidade foi de extrema importância para ela se encontrar e descobrir o que gosta de fazer, mesmo que sejam em diversas áreas da profissão. “A UVV foi 100% importante, me ensinou que posso trabalhar, que eu posso conciliar, posso ser muitas pessoas, fazer muito mais coisas, que posso ser a Sara que gosta de Jornalismo, que ama cultura, que joga vídeo game, que é empreendedora. Por que não?”.

Hoje, a Sara trabalha no Profissão Repórter elaborando vídeos reportagens para o Globo Play, um aplicativo de streaming da Globo, sendo a ponte de comunicação do programa com as redes sociais e estará na próxima temporada do programa.

“A melhor coisa que a universidade me deu, além de grandes amigos e muitas experiências, foi entender que posso sonhar por mais do que os quatro anos de curso. Os sonhos não terminam quando você pega o diploma, é ali que eles começam de verdade. Eu sou muito agradecida por isso”, enfatiza.

A história da Sara nos mostra que é sempre importante sonhar. Ir além e confiar. Fazer acontecer. É preciso acreditar mesmo quando duvidam. Não abandonar os sonhos faz parte de torna-los reais, é ter a certeza dentro de você que, por mais complicado que o caminho seja, a direção que você está seguido é a correta.