Apresentação

 

A Extensão iniciou sua sistematização a partir de 1995 quando foi vinculada a CEPG – Coordenação de Estudos, Pesquisa e Pós-Graduação, e passou a oferecer cursos de idiomas e cursos profissionalizantes para a comunidade. Com a transformação para Centro Universitário Vila Velha, a Extensão integrou a Política Institucional, dando continuidade e aprimorando seu principal foco que é assumir o compromisso com o desenvolvimento de ações que se articulam com o Ensino e a Pesquisa de forma indissociável e viabiliza a relação transformadora entre Universidade e Sociedade.

A transformação para Universidade, em 2012, resultou em novos direcionamentos às práticas de Extensão da UVV passando a realizar-se, em suas diferentes ações, com base em quatro eixos: Impacto e transformação; Interação dialógica; Interdisciplinaridade; Indissociabilidade Ensino – Pesquisa – Extensão. Esses eixos foram referendados no fórum de Extensão das Universidades Públicas e Particulares e constituem parâmetros avaliativos do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES).

Atualmente a finalidade da Extensão é estabelecer uma relação entre a Instituição e outros setores da Sociedade, com vistas a uma atuação voltada para os interesses e necessidades da população e como participante do desenvolvimento regional e de políticas públicas.

A Extensão da UVV caracteriza suas ações em oito áreas temáticas, a saber: Comunicação, Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação, Meio Ambiente, Saúde, Tecnologia e Produção e, Trabalho. Desta forma, pretende integrar as atividades e atingir suas metas de aumento da participação de alunos, docentes, funcionários e comunidade, bem como impactar positivamente na formação universitária e na atuação junto a comunidade.

Assim, a Extensão exerce uma das funções sociais da Universidade juntamente com a de Ensino e Pesquisa e é por meio dela que também se podem realizar ações de Responsabilidade e Inserção Social.