Performa ES

21, junho de 2017

Do dia 3 ao dia 11 de junho, aconteceu o Performa ES, no Teatro Municipal de Vila Velha. Coordenado pela professora de Artes Cênicas, Rejane Arruda, o encontro trouxe propostas inovadoras para as apresentações teatrais.

O projeto consiste em atividades diárias ligadas ao teatro e incluiu espetáculos, performances, working progress, mesas-redondas, desfiles de figurino, oficinas, debates e muito mais. Rejane conta que “são peças em processo criativo-pedagógico. A gente cria elas primando pela pesquisa de linguagem do teatro contemporâneo”.

O encontro do teatro com a sociedade promove um panorama visual diferente tanto para quem performa, quanto para quem é espectador. No evento, além do público assistir ao espetáculo, ele também participou da encenação, como no concurso de jogos teatrais e na Tribuna Livre. “Nossa proposta é abrir as portas para o Espírito Santo performar, não apenas o curso de Artes Cênicas. Por isso o nome Performa ES”, ressalta Rejane.

Muitas das peças que já estão no mercado possuem uma linguagem gasta e repetida. O evento propôs arriscar algo diferente e inusitado, sem deixar de lado a linguagem poética. “O que me inspira é a renovação da linguagem teatral. E é nisso que a gente investe quando abrimos portas e experimentamos. Uma descoberta. Uma forma de fazer o teatro daqui crescer”, conta Rejane.

Com uma diversidade de A à Z, o Performa ES traz uma linguagem performática cheia de inovação. O evento, de caráter inclusivo, ainda trouxe o “pague quanto quiser”. Não há valor de ingresso, o público contribuiu com quanto podia. O importante é participar!