TCC integrado abre novos caminhos para o futuro

10, dezembro de 2018

A paralisia cerebral é uma condição que afeta o movimento de todo o corpo e uma de suas causas é a lesão durante o desenvolvimento fetal. A Ayla, uma garotinha de 4 anos, portadora de paralisia, teve sua vida mudada por um TCC integrado, realizado aqui na UVV.

As alunas Amanda Fagundes e Caroline Azeredo, do curso de Fisioterapia, e o aluno Paulo Henrique Rodrigues, de Design de Produto, tiveram a ideia de desenvolver, durante o TCC, um aparelho que pudesse auxiliar a locomoção de Ayla, que também é paciente na Policlínica da UVV.

Os dois cursos uniram-se em prol humanitário e criaram um aparelho funcional e mais econômico quando comparado ao modelo similar importado, que contribuiu para a melhora do recrutamento muscular de tronco e membros inferiores, da mobilidade e do equilíbrio.

Mesmo em fase de protótipo, nossa garotinha andou pela primeira vez. Esse foi o primeiro TCC integrado da história da UVV. Agora nossos alunos desenvolverão o modelo 2.0, para que a Ayla consiga usá-lo em casa.

Fazer o bem é contagiante! E a ideia dos nossos alunos, junto com os coordenadores Ana Paula Bortolaia, de Fisioterapia, e Sérgio Ronaldo Michalovzkey, de Design de Produto, é dar continuidade ao projeto, integrando novos cursos, como Engenharia Elétrica e Engenharia Mecânica.

Parabéns, pessoal! Acreditamos que transformar conhecimento em inovação é ajudar a construir um mundo melhor.