UVV tem pesquisa selecionada para aplicar no SUS

3, janeiro de 2019

Projetos de pesquisa poderão ser aplicado no SUS, segundo a Fapes. Em um edital destinado a pesquisas, o foco é por aquelas que desenvolvam resultados na aplicação do Sistema Único de Saúde (SUS) do Espírito Santo. Dessa maneira, a Fapes divulgou os projetos selecionados e a UVV se destaca entre os escolhidos.

Com o projeto “A influência dos determinantes precoces nos desfechos em saúde no período perinatal e neonatal”, de Wenêssa Lacerda Poton, professora do curso de Medicina, a UVV se classificou em terceiro lugar, entre os oito projetos selecionados.

Os estudos serão desenvolvidos com o propósito de melhorar o serviço prestado pelo SUS, por meio do Programa Pesquisa para o SUS – Gestão Compartilhada em Saúde (PPSUS). O PPSUS envolve parcerias no âmbito federal e estadual, entre instâncias de saúde e de ciência e tecnologia. Com uma iniciativa inovadora, o projeto é uma ferramenta para que os principais problemas de saúde da população estejam nas linhas de investigação dos pesquisadores brasileiros.

O que é o PPSUS?

O Programa Pesquisa para o SUS: Gestão Compartilhada em Saúde (PPSUS), é uma iniciativa de descentralização de fomento à pesquisa em saúde nas Unidades Federativas (UF), que promove o desenvolvimento científico e tecnológico, visando atender às peculiaridades e especificidades de cada UF brasileira. Com o intuito de contribuir para o incremento científico e tecnológico em saúde no país e para a redução das desigualdades regionais nesse campo, o Ministério da Saúde (MS) – por intermédio do Departamento de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (Decit/SCTIE) – criou, em 2002, o projeto intitulado Gestão Compartilhada em Saúde em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).